Preto no Branco

alt

Vai a todas

BOSS AC e urn MC cheio de qualidades. A primeira e a clareza da sua dicção - nem uma das suas palavras se perde a correr atrás de ideias. Outras sao o flow profundamente musical, rimas escritas de forma directa e a solidez da sua produção - beats carregados de swing, adptados aos clubes («Quero Tambem») ou aos auscultadores («Alguem me Ouviu»), com os sons certos para se agarrarem ao presente.

Depois há a capacidade de se juntar a grandes talentos de origens diversas: Valete e Mariza no mesmo disco? Só com Boss AC. Nos temas mais r&b («E Melhor Assim»), AC revela ter estudado bem as lições de R Kelly e abre nova frente de combate. AC está em todas e essa dispersão e talvez a sua única fraqueza- por alguma razão, «Acabou» com TC não soa bem ao lado de «lnveja» com Praguinha.